sexta-feira, 30 de maio de 2008

Menino Robô

Simplesmente estagnada, era a vida daquele ser, naquele momento. Talvez, como uma voz havia lhe dito a algum tempo, ele não iria progredir...
... seus problemas eram comuns, sua vida era comum, e seus desejos, esses, secretos de mais para serem contados ao mundo. Essa era a realidade de um menino não tão comum, por que ninguém chegava ao ponto de ser tão comum quanto ele.
Todos os outros que o cercavam, via nele um menino perfeito. Nada nele era fora do comum, ele era normal... nenhum problema era exorbitante...
Invejado, talvez, porém como deve ser, ter sua vida ligada a uma rotina ao ponto de não poder muda-la?
Dissimulado, um pouco, parecia que ele não era tão santo quanto se mostrava. Suas ações, e reações poderiam muito bem ser tão calculadas ao ponto dele mesmo querer não ser notado. Mas, quem iria querer viver a sombra de sua própria vida?
Aquele menino, cujo pequenos olhos escuros, me fazem sofrer ao vê-lo nos reflexos das vidraças da vida. Seus olhos me transmitem tanta tristeza que, me fazem chorar por dentro...
... apesar de tão comum, desperta olhares na multidão, seu ser transmite mistério.
Por dentro ele sabe que, seus sentimentos se perderam em alguma parte de sua vida, onde foi, ele não sabe mais. Em seu coração não habita um amor, somente sonhos e lembranças felizes, talvez ele tenha medo de compartilhar o seu coração e perde-lo em alguma parte de sua jornada. Ele procura uma razão para rir o dia inteiro, mas não acha, ele procura um rosto na multidão, mas, não o reconhece. Sua vida segue, cada dia, ainda é somente mais um dia.
Sua vida pode ser comparada a de um menino robô, sem sentimentos, sem musicalidade e sem uma grande razão para ser verdadeiramente feliz.
Nenhum golpe que a vida lhe deu o fez cair, porém não o fez mais forte. Ele simplesmente não ligou...
Ele tenta se reencontrar, viver, ser feliz...
Esse é de longe seu maior sonho. Mesmo que suas palavras sejam mudas, e muitos momentos se sinta tão sozinho a ponto de não querer continuar... ele continua sua jornada...
Mesmo que ele pense que não consegue progredir .... ele sabe que no fundo, existe algo no seu caminho que vai transformar tudo para melhor e vai trazer todos seus sentimentos de volta. Talvez seja isso que o faça ser tão forte.

11 pensando comigo.:

Dany sexta-feira, maio 30, 2008 7:26:00 PM  

Sabe o que me deu vontade?! De pegar esse menino robô e dar colo, dar ombro, dar ouvido, dar a mão, dar carinho!!
=D
Se ele precisar, é só contar comigo!
;)
Bjs, Gusta!

♥ღ♥ Joh ♥ღ♥ sexta-feira, maio 30, 2008 9:40:00 PM  

me identifiquei muito com o seu texto! é justamente o q venho pensando e passando ultimamente!
mas tento pensar como aquela frase bem conhecida q sempre dize +- q "se não acabou tudo bem é pq ainda não chegamos ao fim!" tomara q isso seja verdade mesm! pois é nisso q tento acreditar!
bjo e até mais!

Natália sábado, maio 31, 2008 1:35:00 PM  

É essa a evolução que os homens tanto comentam, como se estivessemos próximos da perfeição. O mundo evolui, mas está repleto de pessoas necessitando de mais caráter humano, menos atitudes mecânicas, menos frieza, e mais calor. Tem mtos meninos robôs por aí. A diferença deste e dos outros, é que este pode perceber seu vazio. Mtos outros não e riem de qualquer coisa, pra não chorar.

Assista o filme sim e me fala depois, ta?

Bjus!

Amanda sábado, maio 31, 2008 6:07:00 PM  

Nossa, eu morava aí no Rio! Agora estou em Salvador, curtindo a agitação daqui! Me passa seu msn! Gostei daqui também...

Dany domingo, junho 01, 2008 1:36:00 AM  

Gusta, sabe pq o do Fred e o roxo metálico não estão centralizados? por uma opçãozinha escrita no html do gif da Fran. Então, faça o seguinte: copie isso: div align="center" (junto com <>)do da fran e cole exatamente no local que está no dela, no do roxo metálico e no do fred. Q eles ficarão exatamente centralizadinhos!!
=*
Tb sofri pra entender, mas como vivo mexendo nesses troços, tõ pegando a manha, hehehehe.
Bjs

Menina de óculos domingo, junho 01, 2008 2:36:00 PM  

Ah, Gusta!!!!

Senti uma deprê nesse post. Parece que o menino robô tá passando mesmo por problemas ruins, mas com um pouquinho de paciência dias melhores chegam pra todos nós e pro menino robô tbm.

Abraçosss Gusta!!!
:)

Wanderson "Wans" domingo, junho 01, 2008 4:06:00 PM  

Espero que ele esteja certo e aconteça alguma coisa que mude tudo mesmo, senão o menino/robozinho vai enferrujar esperando.
Acho que me identificaria com ele em algum momento que já pássou em minha vida. Até que cansei de esperar...tive que "correr atrás."

Frederico Blahnik segunda-feira, junho 02, 2008 2:39:00 PM  

Esse menino robô é humano demais, hein!
Mas certamente ele vai compreender tudo depois dos 25... as vezes é assim que o mecanismo funciona.

Um abraço pra tu!

;-)

Maldito quarta-feira, junho 04, 2008 1:35:00 PM  

Sabe,...o sujeito do post está carregando peso demais nas costas pra quem mal iniciou o caminhar da vida,...è o que eu sempre digo aos adolescentes: "Ei! Se vc acha seu professor chato, espera só até ter um chefe!"
Abraço

danúbia quarta-feira, junho 11, 2008 12:06:00 PM  

nada tem vida, sem apego.

o fato de conversarmos com coisas irracionais é um exemplo claro (feito clara) é normal dar vida ou que não tem. (perdida)

bj de dentro

Joyce quarta-feira, junho 11, 2008 3:09:00 PM  

Nossa!Gusta...!
Que texto lindo!
Fiquei emocionada mesmo.

Beijocas!!!

"A coerência é a virtude dos imbecis." - Oscar Wilde

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP