terça-feira, 6 de abril de 2010

Lembranças de um passado...

=
=

Tenho a eternidade pra chorar aqueles cliches de certo e errado.
Quando vi você, perdi totalmente a noção do que dos meus conceitos e sonhos.
Os meus pensamentos se projetaram aos avessos, sempre me levando a você, mais e mais.


O pecado se concretizou ali, quando meus labios ansiavam seus beijos, e o desejo deixou de ser apenas um pensamento e tornou-se real.


Quando fechei meus olhos e beijei seu corpo com minhas mão e ao mesmo tempo toquei seu rosto com minha boca. Em misto de prazer e prazer, por que entre nós nunca houve arrependimento, nossos corpos se entrelaçavam tornando-se apenas um.
Poderia morrer ali, em nosso antro pecador, e eu sei que me deixaria partir feliz.


Eu amei, eu fui amado.


E isso me bastaria por toda a eternidade.
Alias trocaria toda ela por aquela noite.
Nossos sussurros, nossas meias palavras e declarações de paixão, me alimentariam.


Lembro dos fins de tarde, onde eu, ficava na beira da praia, vendo as ondas baterem nas pedras e você me roubava dos meus devaneios com seu cheiro. Me enfeitiçava.


Nos abraçavamos, eramos completos. Perfeito.
Era como uma pintura, sim, somos como os quadros de Manet ou a sinfonia melodica e secreta de Peer-Gynt, eramos perfeitos juntos.


Um dia algo aconteceu.
Ironicamente o destino nos afastou...


... Deus não teve pena do nosso pecado. Talvez somente meu. Talvez  somente de minha dependencia do seu amor, de você.




=

5 pensando comigo.:

Erica Ferro terça-feira, abril 06, 2010 1:08:00 AM  

Os fins... Como doem!

dand terça-feira, abril 06, 2010 10:18:00 AM  

...Mas o pior é não encontrar o que se procura, quando mais se precisa de verdade...Mas o melhor é ter vivido uma linda história de amor como a sua, mesmo tendo acabado, dentro do seu coração se perpetua...
Nuss, poetizei hein ^^ hehehe.
Enfim amigo, fins dóem muito, lendo seu post lembrei de um passado meu não muito distante. Tá na hora de vc olhar pra frente e perceber que no mundo existem 6 bilhões de pessoas, e 1 só não pode fazer vc parar.
Obrigadim pela visita hein, te espero lá de volta.

Dand^^

Paulo Braccini terça-feira, abril 06, 2010 12:37:00 PM  

Os fins doem mesmo ... mas a lembrança de ter vivido é algo que não tem preço ... ou não?

bjux

;-)

Lady Vanilla terça-feira, abril 06, 2010 2:27:00 PM  

Guuusta, tô te visitando pra dizer que voltei a blogar e claaaro que não poderia deixar de te avisar do meu retorno!!!

Como sempre, não me desapontei com o que encontrei por aqui, apenas me surpreendi cada vez mais com a tua capacidade de escrita *_*

Beijos de tua seguidora manauara =*

Tayná quarta-feira, abril 07, 2010 1:47:00 PM  

Gostei muito do seu texto.. na verdade venho ouvindo insistentemente uma música que fala um pouquinho sobre isso.Parabéns pela sensibilidade!

♫ "And I'd give up forever to touch you
'Cause I know that you feel me somehow.." ♫

"A coerência é a virtude dos imbecis." - Oscar Wilde

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP