quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Arquivado: 3ª parte - Insano







No quarto vazio ouço o som insurdecedor do silêncio
Por enquanto não posso fazer nada.
Adormeço-me, silencio-me, mato-me.
Tenho que esperar o tempo passar...
... até que o silêncio se torne o som da vida me chamando para dançar.
Entro novamente em um labirinto de palavras,
perdido em versos, estrófes e sentimentos.
Procuro uma saída, mas vejo que por agora, eu quero é me perder mais.
Me anestesiar com minha insanidade poética.






"Durante algum tempo houve luz na minha vida
E agora só há amor obscurecido
Nada que eu possa dizer
Um eclipse total do coração"


Total Eclipse Of The Heart - Bonnie Tyler

5 pensando comigo.:

Dani sexta-feira, fevereiro 18, 2011 3:51:00 PM  
Este comentário foi removido pelo autor.
Dani sexta-feira, fevereiro 18, 2011 4:00:00 PM  

Aaiiii!!! Fiquei com medo desse cara da foto aí, quero ler mais naum!! >_<

Blog novo na área!

soparadesocupado.blogspot.com


Ah, o coment ali em cima quem apagou fui eu, tinha colocado link do blog da minha amiga.... uahuauha

Mausaeee!!!

O Antagonista sexta-feira, fevereiro 18, 2011 5:37:00 PM  

Tempo... ele passa. E quando passa, cura, cicatriza, adormece, resolve. Mas não se iluda, ela continuará passando, e novamente, algum outro dia, você precisará aguardar por ele. Há coisas que são do tempo, e só ele resolve.

FOXX segunda-feira, fevereiro 21, 2011 10:36:00 AM  

não se se poesia anestesia ou se ela intensifica...

Diego! segunda-feira, fevereiro 21, 2011 12:29:00 PM  

A imagem me assustou para ler o escrito!
rsrs

Abraço...mas, li tá!

"A coerência é a virtude dos imbecis." - Oscar Wilde

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP