sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Escritas do passado...

.
.
.
.
Vou te contar o que houve naquela noite



Entrei no quarto aos prantos. Apaguei meus sonhos e esperanças.
Sabe quando você vê que nada tem mais sentido?
Queria morrer.



Subi no telhado de minha casa, não tive medo, não importava mais com o perigo ou qualquer coisa que acontecesse.
Pela primeira vez, senti como se a beleza da lua refletida nas minhas lagrimas arruinavam minha beleza.
Foi muito difícil conseguir me acalmar. Na verdade estava em pânico.
Sabe quando você está sem um apoio, quando ninguém está ali para segurar sua mão?



Queria desisti de tudo.



Mas acredite, sou mais forte que lagrimas, e fiz de minha dor a força, e de meu desespero a coragem de voltar a viver como se nada houvesse acontecido. Coragem esta, de seguir em frente sem deixar que me derrubassem novamente.
Eu sobrevivi, sim, eu sobrevivi.





Ps. Eu encontrei esse texto em um caderno meu, achei bonito ao mesmo tempo trágico. Não lembro a quanto tempo eu escrevi, mas deve fazer uns 6 anos, e também não lembro o que me fez ficar tão triste. Mas lembro-me da altura do telhado e do medo que eu tive de descer. (risos)
Da próxima vez, choro na cama que é um lugar quente, e seguro. (risos)

12 pensando comigo.:

Jay e Alê sexta-feira, dezembro 04, 2009 9:31:00 AM  
Este comentário foi removido pelo autor.
Jay e Alê sexta-feira, dezembro 04, 2009 9:34:00 AM  

KKkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk....
Tenho que rachar os bico hahuahuahuahuau trágico mesmo, típico do meu amigo Guh. Fora a tragicidade dos fatos sobrou a beleza da escrita, a sensibilidade de quem já sentia as dores do amor e o medo da solidão, a coragem pra subir no telhado, mesmo que metaforicamente. Mas a sobrevivência, foi sua maior vitória. Adoreiiiiiiiiiii.
KKKKKKKKKKkkkkkkkk aguardando o comentário do kkkkkk vc sabe huahuahuhauhauhau
Bju
Jay

Cαmilα ♥ sexta-feira, dezembro 04, 2009 9:56:00 AM  

Engraçado, ontem estava comentando com a Iza o quanto eu ri das minhas postagens e textos antigos. Como eu era drámatica!
Pelo visto não fui a única pessoa apta a escrever uma novela mexica, neah?!

Mas a drama é apenas uma caricatura do que estamos a sentir de verdade, a gente expulsa a dor de um modo mais intenso.

Ainda sou dramática e exagerada, mas aprendi a sentir tudo intensamente, não somente a dor.

=)
Um beijO da Camila Fernanda, Gustavo Fernandes.

Ps. Dois nomes de novela mexicana, neah?! Ah confesso gostar, pois miacabo de tanto rir! Sou fã da Paola Bracho!

Ismália Carpe Diem sexta-feira, dezembro 04, 2009 10:02:00 AM  

Olha, eu também não sei o que acontece comigo, às vezes eu escrevo umas coisas tão dramáticas, mas eu nem tenho motivos pra ficar triste.
Essas coisas que a gente escreve e esquece, depois quando encontra dão uma sensação boa né, parece que a gente se sente mais vivo, porque vocÊ tem provas do seu passado rs.
Poxa, chorar no telhado é complicado... aqui mesmo, pra subir seria tenso... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
É... chora na cama que é mais seguro.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Abração, bye!

Athila Goyaz sexta-feira, dezembro 04, 2009 11:28:00 AM  

Lido o texto cara.. que bom que as decepções do passado não te machucam mais, vc se quer ao menos se lembra delas hehe

abraços!

Luciana sexta-feira, dezembro 04, 2009 1:43:00 PM  

Todo mundo tem uma época dramática na vida.
Geralmente a encontramos no passado... Daí lembro do que eu já escrevi e sinceramente me decepciono.
kkkkkk

O drama faz parte... por isso existe novela mexicana! kkkkk

Beijo, Guh... e chora na cama hein!

Natália sexta-feira, dezembro 04, 2009 2:24:00 PM  

São apenas fases bobas que nos fazem desistir, mas não podemos, temos que lutar. Beijos

Arthur Alter L. sexta-feira, dezembro 04, 2009 3:07:00 PM  

Apoiado. Trágico, mas bonito. Espelho do que se passava com vc. E de tantas outras formas certamente há de passar de novo, faz parte de nossa natureza humana.
A cama pode ser quente e segura. Segura até demais...
Abraço e bom fds
Teté

Erica Ferro sexta-feira, dezembro 04, 2009 4:02:00 PM  

KKKKKKKKKKKK

Melhor chorar na cama e amanhecer seguro do que cair telhado abaixo e morréééér, hahaha.

Um beijo, Gustavo.

Paulo Braccini sexta-feira, dezembro 04, 2009 4:12:00 PM  

sim trágico mas magnificamente lindo ...

os motivos não devem ter sido muito relevantes pois até já os esquecestes ... kkkkkkkkkk

hoje ... mais maduro ... melhor mesmo é chorar na cama ... com um edredon e um travesseiro gostoso e cheiroso ... kkkkkkkkkkkk

bjux

;-)

Anna Paula sexta-feira, dezembro 04, 2009 4:31:00 PM  

lindo lindo lindo *-*
amei o texto xD
;*

Luna Sanchez sexta-feira, dezembro 04, 2009 9:35:00 PM  

Sobe mais no telhado, não, moço. Faz bem em chorar na cama, é mais seguro. ;)

Beijos, pessoa sumida!

ℓυηα

"A coerência é a virtude dos imbecis." - Oscar Wilde

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP